segunda-feira, dezembro 26, 2016

A possessão do Sr. Cave (Resenha) ♥

Olá Leitores!

Eu ganhei o livro "A possessão do Sr. Cave" junto com alguns outros de Natal da minha vó e, como a boa blogueira que sou, fui direto pesquisar resenhas na internet. Imagina a minha surpresa quando só encontrei duas resenhas? Depois fiz a pesquisa em inglês e houveram mais resultados. Muitas pessoas falaram bem, mas eu não criei grandes expectativas.

Resultado de imagem para a possessão do sr caveTítulo: A possessão do Sr. Cave

Autor: Matt Haig

Editora: Record

Número de Páginas: 267



SINOPSE:  Após o assassinato da jovem esposa e a morte de um de seus filhos gêmeos, resta a Terence Cave apenas a filha, Bryony, a quem ele é inteiramente dedicado. Mas estranhos acontecimentos fazem-no acreditar que Reuben, o filho morto, cujo amor ele sempre desprezara, está de volta e deseja se vingar da irmã. Obcecado pelo desejo de proteger Bryony a qualquer custo, Terence percebe que ele próprio pode ser uma ameaça: em um segundo, ele não é mais o mesmo, mas sim o filho morto. Aos poucos o pai perde o controle e, para proteger a única coisa valiosa que lhe resta, ele está disposto não apenas privá-la da liberdade, mas também a controlar sua vida.

O livro todo é uma carta do Sr. Cave para sua filha, Bryony, com o objetivo de justificar algo. Logo no início da história o irmão gêmeo de Bryony, Reuben, morre após ser vítima de bullying. Essa morte traz ainda mais dor à família, uma vez que a esposa do Sr. Cave foi assassinada quando os filhos ainda eram bebês.

A única pessoa que resta ao Sr. Cave é, portanto, sua amada filha. Brynoy é uma garota exemplar, gosta de estudar, ama tocar violoncelo e pratica montaria. Ou melhor, ela era assim. Agora, a filha está completamente diferente e seu pai sequer a reconhece.

A maior preocupação do Sr. Cave passa a ser, então, proteger sua preciosa filha, e não lamentar a morte de seu filho. Afinal, Reuben só lhe trazia preocupações. Entretanto, proteger passa a ser uma obsessão e o pai acredita que o filho está de volta, pronto para se vingar da irmã que sempre foi a mais amada.

Eu não sabia bem o que esperar desse livro. Terror? Suspense? Romance? Não fazia a mínima ideia, mas encontrei uma história fascinante. Como o livro é uma carta, não há capítulos. Ainda assim, a escrita é envolvente e o leitor imerge na história. Queremos saber o que aconteceu para que o Sr. Cave escrevesse a carta, o que ele estava justificando e isso gera um certo suspense.

Aqui, teremos um personagem complexo e muito bem construído. Será que as ações dele são compreensíveis? Será que o desejo de proteger pode ser superado pelo de possuir? As palavras são totalmente sinceras, como se o personagem estivesse, ao mesmo tempo, pensando em cada uma antes de escrever e despejando-as sem calcular.

O livro contém várias reflexões sobre a humanidade e a vida, incluindo referências filosóficas, o que o torna ainda mais interessante. Parece que estamos caminhando por uma mente extremamente real e sabemos que há algo errado com ela, mas Cave tenta se explicar e desabafa sobre como é impossível retratar o que sentimos e o que somos. A história nos confronta em relação a quem pode ser considerado vitima e agressor. Terence pode ser julgado como agressor, mas ele também era vítima. Ainda assim, uma vítima culpada. Confuso? Pois é.

Teremos, também, o luto. O luto e o que ele pode causar a alguém.

O livro é incrível e tão real que, às vezes, eu me sentia oprimida enquanto lia. Parecia que eu era a Bryony e a carta era para mim. Eu fiquei indignada quando vi que pouca gente o conhece no Brasil e resolvi resenhá-lo imediatamente. Enfim, recomendo muito e espero que vocês possam dar uma chance ao Sr. Cave. A capa não é nada bonita (cores de açaí!), mas vale a pena ler. Vá como eu, com baixas expectativas, e talvez você também se surpreenda.

♥♥♥♥

E aí? Confesso que fiquei em dúvida se dava 4 ou 5 corações para esse livro. Acho que vou começar a dar nota para poder variar mais (4,5)! Rs 
Espero que tenham gostado!

Lari.

2 comentários:

  1. Uau, que enredo doido! Mas dá medo, não quero ler, não! Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha!!!

    Beijoooo

    ResponderExcluir

Obaaaa! Muito obrigada por comentar! Siga o blog e volte sempre!! ♥