domingo, junho 14, 2015

A Herdeira (Resenha) ♥

 Olá Leitores!
 A Herdeira é o livro mais recente da Kiera Cass e é o quarto livro da série A Seleção, que já conquistou milhares de fãs.

Só leia essa resenha se você já leu os três primeiros livros, porque haverá SPOILERS destes. NÃO haverá spoilers de A Herdeira, somente dos três livros iniciais.


 Eadlyn é a filha mais velha de Maxon e América, governantes de Illéa. Ela nasceu apenas sete minutos antes de seu irmão gêmeo Ahren, e tem mais dois irmãos mais novos. A lei era que apenas os homens podiam governar, mas América e Maxon mudaram essa situação e agora, Eadlyn será a rainha. Mimada e independente, a princesa acredita que ninguém é mais poderoso do que ela. 

 As castas foram retiradas, mas os rótulos não. A população continua insatisfeita com o governos e as rebeliões prosseguem. Maxon não sabe o que fazer e sua única ideia é fazer a Seleção para distrair o povo enquanto ele pensa numa solução para os problemas. Haverá uma Seleção com  garotos disputando pela mão de Eadlyn.

 América e Maxon estão cansados e não possuem aquela energia de antigamente, mas  a filha do casal descobre aos poucos que os pais não eram bem quem ela pensava quando jovens.  Eadlyn acredita que a Seleção não dará certo. Ela não precisa de ninguém para governar e nunca se apaixonou realmente. O pai pede a ela três meses, se não der certo, tudo pode ser cancelado.

 O livro tem uma escrita viciante (li em um dia porque não pude parar de ler) e é incrível! A capa ficou MARAVILHOSA. E ele não é o último, ainda irão vir mais porque a história termina com 9 selecionados competindo.
 Eadlyn é realmente uma protagonista muito mimada, mas aos poucos vamos gostando mais do livro e dos personagens. Me encantei pelos irmãos dela, porém senti muita falta dos verdadeiros Maxon e América!
 Por enquanto, a história dos primeiros livros ainda me encanta mais, mas vamos ver os próximos para decidir... Ainda assim, dou cinco estrelas! ^^

                   ✯ ✯ ✯ ✯ 



DISCUSSÃO SOBRE O LIVRO


AGORA, SÓ LEIA SE VOCÊ JÁ LEU A HERDEIRA,PORQUE HAVERÁ SPOILERS DO LIVRO.

 Bom, vamos começar com: Eadlyn acorda pra vida! Tá cheio de gente disputando pela sua mão, bota essa cara pra fora e se divirta! Além disso, cadê a America e o Maxon verdadeiros? O único momento que pude ver um pouco deles como antigamente foi quando ela fala sobre o modo como eles ainda são apaixonados e tal...
 Não acho que o livro seja machista, porque acredito que a autora quis mostrar que qualquer pessoa, mesmo alguém com um coração de pedra, pode encontrar um amor. Sobre o machismo nos outros livros da série, eu escrevi a minha opinião no post "Por que sou Team Maxon?".



 Também fiquei surtada com esse final. Como assim gente? Me expliquem como essa pessoa pode terminar um livro com a América tendo um infarto? E eu ainda terei que esperar mais UM ANO para o próximo livro! Fiquei super indignada com essa atitude do irmão da princesa de simplesmente fugir para a França. Fora que não deve ser tão fácil assim um príncipe fugir dos Estados Unidos para a França sem que sua família fique sabendo...
 Sobre meu selecionado favorito... sou Team Kile. Desde o início do livro, imaginei que gostaria dele. Essa forma de jogar as coisas na cara da Eadlyn, me conquistou! Rsrsrs Além disso, Kile é inteligente e é o único capaz de quebrar a "perfeição" da Eadlyn (mesmo que seus irmãos façam isso muito bem também).  Também gosto do Eric e do Henry, mas tipo, ele não fala a língua dela... isso estragou tudo. Não tem como eles se comunicarem. A coisa fica meio difícil né?
 E vocês, o que acharam? Já têm algum team?

Lari♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obaaaa! Muito obrigada por comentar! Siga o blog e volte sempre!! ♥