quinta-feira, dezembro 22, 2016

The Kiss of Deception (Resenha) ♥




Título: The Kiss of Deception

Autor: Mary E. Pearson

Editora: Darkside

Número de Páginas: 406






Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro? Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante o lugar perfeito para recomeçar ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza. O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida. Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor. O romance de Mary E. Pearson evoca culturas do nosso mundo e as transpõe para a história de forma magnífica. Através de uma escrita apaixonante e uma convincente narrativa, o primeiro volume das Crônicas de Amor e Ódio é capaz de mudar a nossa concepção entre o bem e o mal e nos fazer repensar todos os estereótipos aos quais estamos condicionados. É um livro sobre a importância da autodescoberta, do amor, e como ele pode nos enganar. Às vezes, nossas mais belas lembranças são histórias distorcidas pelo tempo.

Exibindo IMG_20161222_145345.jpg

The Kiss of Deception é uma história de fantasia que mescla romance e aventura. Conhecemos, aqui, a história de Arabella Celestine Idris Jezelia, Primeira Filha da Casa de Morrighan. Todas as primeiras filhas recebem o dom, um tipo de habilidade que permite pressentir o perigo. O dom é algo entre lenda e realidade e Lia não acredita possuí-lo, mas está presa a um casamento por causa dele. O príncipe do Reino de Dalbreck aguarda a união dos reinos, o que daria força a ambos e amenizaria as tensões políticas.

Entretanto, a princesa julga o casamento como uma farsa e decidi fugir junto com sua amiga, Pauline. Ela está cansada de ser usada nas artimanhas políticas do pai e dos deveres de uma Primeira Filha, e quer descobrir quem realmente é. Enquanto luta por uma vida diferente e por um futuro simples em Terravin, ela não sabe que o príncipe abandonado e um assassino contratado a cercam.

A narrativa intercalada entre Lia, o assassino e o príncipe é o que mais chama a atenção na história. Isso porque nos são apresentados Rafe e Kaden, e não sabemos quem é o mocinho e quem é o vilão. Queremos tanto acreditar neles que se torna difícil julgá-los. Outra coisa que eu amei foram os segredos. Cada personagem, até mesmo alguns secundários, possuem um passado secreto e instigante.

As amizades presentes na história também são um ponto positivo. Não apenas Lia e Pauline, mas outras personagens nos mostram como ter amigos é importante e pode nos ajudar. Além disso, somos confrontados em relação a estereótipos. Será que classes sociais definem alguém?

Exibindo IMG_20161222_145435.jpg
Apesar de todos os pontos positivos, senti falta de mais detalhes acerca da cultura dos reinos, da história e da política. Tudo que é apresentado sobre isso é muito interessante e poderia haver mais. Não sabemos como surgiram os reinos, o que está por trás das tensões entre eles e nem em que época estamos exatamente.

Ainda assim, o livro é maravilhoso! A trama é envolvente, os personagens bem construídos e o processo de amadurecimento da personagem é incrível. Durante sua jornada Lia começa a perceber que não pode simplesmente fugir daquilo que é e precisa aceitar suas responsabilidades, sem abandonar sua personalidade única. Ela passa a valorizar mais aquilo que tem e a conhecer antes de julgar.

Algo que acho importante dizer é que, embora muitas pessoas não percebam, quem está na capa é Pauline, a amiga de Lia. Não sei o motivo, mas dá pra perceber porque essa é a roupa que Lia compra para a amiga, além dos cabelos cor de mel (os de Lia são escuros). O livro é todo lindo, tem capa dura e a diagramação é muito bonita.

Recomendo muito e dou cinco estrelas corações! O final é daquele tipo que te deixa super ansioso para o próximo livro.

♥♥♥♥♥

 

Sobre a série: The Kiss of Deception é o primeiro livro da série, chamada Crônicas de Amor e Ódio. O segundo livro foi publicado no Brasil recentemente.

E aí? O que acharam do livro? Espero que tenham gostado!

Lari. 

2 comentários:

  1. Oi Lari!
    Estou doidinha pra ler esse livro, fico cada vez mais encantada com cada resenha dele!

    Beijoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Cecyy!
      É muito bom! Estou ansiosa para saber o que você vai achar dele! <3

      Beijoos!

      Excluir

Obaaaa! Muito obrigada por comentar! Siga o blog e volte sempre!! ♥